Papa celebra última missa em Mianmar antes de viajar a Bangladesh

Yangon, 30 Nov 2017 (AFP) - O papa Francisco celebrou nesta quinta-feira sua última cerimônia em Mianmar, uma missa que encerra a visita histórica, antes de viajar para Bangladesh, onde a crise dos rohingyas continuará no centro da agenda.

Centenas de fiéis compareceram à missa na catedral Santa Maria de Yangun.

Um telão foi instalado em uma quadra de basquete ao lado da catedral, onde todos os fiéis retiraram os calçados para ajoelhar durante a missa.

Durante a visita histórica - a primeira de um pontífice a Mianmar - Francisco não pronunciou em nenhuma ocasião a palavra "rohingya", tabu neste país marcado por um forte nacionalismo budista e que nega o drama dos mais de 620.000 rohingyas que fugiram desde agosto, uma situação que a ONU considera uma "limpeza étnica" organizada pelo exército birmanês.

Limitando-se a algumas referências, o papa fez apelos aos birmaneses pelo "respeito a todo grupo étnico" e a "superar todas as formas de incompreensão, de intolerância, de preconceito e de ódio".

Na segunda etapa de sua viagem, o papa deve abordar o tema de forma mais direta. Na sexta-feira ele se reunirá com uma delegação de refugiados rohingyas, um dos momentos mais importantes de sua visita de três dias a Bangladesh.

O ponto em comum entre os dois países, Mianmar majoritariamente budista e Bangladesh majoritariamente muçulmana, é que os católicos representam apenas uma pequena minoria. Em Bangladesh, o desaparecimento de um padre católico desde segunda-feira provoca preocupação.

As autoridades, no entanto, não privilegiam uma investigação de sequestro por extremistas islâmicos.

"Temos quase certeza de que os extremistas não estão vinculados com isto", disse à AFP Khurshid Hasan, chefe de polícia local.

tib-dth/plh/an/ra/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos