Rei da Espanha adverte Parlamento catalão contra novo embate

Madri, 25 dez 2017 (AFP) - O rei Felipe VI da Espanha pediu, neste domingo (24), ao novo Parlamento catalão que respeite a "pluralidade" da região e evite um novo "enfrentamento", em referência à crise por sua tentativa de secessão.

Em seu tradicional discurso de Natal transmitido pela televisão, o monarca advertiu o Parlamento recém-eleito que deve "enfrentar os problemas que afetam todos os catalães, respeitando a pluralidade e pensando com responsabilidade no bem comum de todos".

"O caminho não pode levar de novo ao enfrentamento, ou à exclusão, que - como sabemos já - apenas geram discórdia, incerteza, desânimo e empobrecimento moral, cívico e - claro - econômico de toda uma sociedade", afirmou Felipe VI, em sua mensagem gravada em um salão no Palácio da Zarzuela, com as bandeiras de Espanha e União Europeia ao fundo.

As autoridades catalãs devem fazer que "renasça a confiança, o prestígio e a melhor imagem da Catalunha e que se afirmem os valores que sempre a caracterizaram [...]: sua capacidade de liderança e de esforço, seu espírito criativo e vocação de abertura, sua vontade de compromisso e seu senso de responsabilidade", completou.

O rei falou três dias depois das eleições na Catalunha, na qual os partidos separatistas obtiveram 47,5% dos votos, com maioria absoluta em cadeiras.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos