Itália posicionará 470 militares no Níger para controlar migração

Roma, 28 dez 2017 (AFP) - O primeiro-ministro italiano, Paolo Gentiloni, anunciou nesta quinta-feira (28) a mobilização de 470 militares no Níger a pedido desse país africano com o objetivo de reforçar o controle do território, por onde transitam muitos migrantes.

"O Níger representa o principal país de trânsito para milhares de migrantes que chegam à Líbia com o objetivo de passar posteriormente para o litoral italiano e ter acesso ao resto da Europa", apontou.

"Além disso, o Níger é um país que está mais disposto do que os outros a cooperar com a questão das migrações por ser um país de trânsito", acrescentou.

Segundo ele, isso acontece porque a economia local não depende do dinheiro enviado por seus cidadãos para o exterior.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos