Estado Islâmico reivindica ataque a Save the Children no Afeganistão

Cabul, 24 Jan 2018 (AFP) - O grupo Estado Islâmico (EI) reivindicou o ataque contra a ONG britânica Save the Children, que deixou dois mortos nesta quarta-feira em Jalalabad, leste do Afeganistão.

O órgão de propaganda do EI, Amaq, afirmó em um comunicado afirma que "três mártires participaram no ataque contra as fundações britânica e sueca, e as instituições governamentais afegãs", em alusão ao "Swedish Comittee" para assuntos humanitários e um escritório do ministério afegão para as mulheres, localizados nas proximidades.

Em função do ataque, a Save the Children anunciou a suspensão de seus programas no país.

bur-ach/phv/me.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos