Macron é favorável a novas sanções da UE contra a Venezuela

Paris, 26 Jan 2018 (AFP) - O presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou nesta sexta-feira que é favorável a nova sanções europeias contra as autoridades venezuelanas.

"Adotamos sanções individuais contra dirigentes venezuelanos, que têm um impacto limitado. Desejo que vamos além disso, levando em conta as decisões recentes e deriva autoritária" do governo venezuelano, declarou Macron em coletiva de imprensa conjunta com seu colega argentino Mauricio Macri.

O regime de Nicolás Maduro reagiu com dureza esta semana a um novo pacote de sanções imposto pela União Europeia contra sete dirigentes venezuelanos.

A Venezuela acusou a Espanha de dirigir as negociações para impor estas sanções e declarou "persona no grata" o embaixador do país europeu em Caracas, Jesús Silva.

Nesta sexta, Madri respondeu com a mesma medida contra o representante diplomático venezuelano, Mario Isea.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos