PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Ônibus da caravana de Lula são atingidos por três tiros

27/03/2018 20h50

Brasília, 27 Mar 2018 (AFP) - Dois ônibus da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo sul do Brasil foram atingidos por disparos nesta terça-feira (27) sem deixar feridos, denunciou a presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleise Hoffmann.

Um dos três ônibus da comitiva, que transportava jornalistas, foi atingido por dois tiros e o outro, que levava convidados foi alvo de um disparo. Lula e Hoffmann viajavam em um carro, que não foi alvejado no ataque.

"Foi justamente o ônibus em que estava a imprensa que acompanha a caravana" e "outro ônibus dos convidados" os atingidos, informou Hoffmann por telefone à AFP.

O autor dos disparos teve "a intenção de ferir, de matar a quem estava dentro do ônibus", afirmou.

"Estamos avaliando que isso foi uma tentativa de atingir o presidente Lula. A caravana é de Lula. Houve uma tentativa de homicídio", afirmou.

O ataque aconteceu entre as cidades de Quedas do Iguaçu e Laranjeiras, no estado do Paraná.

No Twitter, a hashtag #LulapeloBrasil mostrava um ônibus com marca de tiro.

"A nossa caravana está sendo perseguida por grupos fascistas. Já atiraram ovos, pedras. Hoje deram até um tiro no ônibus", relatou Lula em sua conta no Twitter.

"Ninguém foi ferido", completou, em outro tuíte, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ).

"Esperamos que o governo do estado [do Paraná] e o federal, seja golpista ou não, assuma a responsabilidade", acrescentou.

Lula encerrará na quarta-feira, em Curitiba, a caravana de dez dias pelos estados do sul, durante a qual sua comitiva foi constantemente hostilizada por adversários políticos.

dw-js/cc/mvv

Internacional