PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Luxemburgo convoca embaixador na Rússia para consultas pelo caso Skripal

28/03/2018 06h08

Luxemburgo, 28 Mar 2018 (AFP) - Luxemburgo anunciou nesta quarta-feira que convocou para consultas o embaixador do país na Rússia pelo caso do envenenamento do ex-espião russo Serguei Skripal no Reino Unido.

O governo de Luxemburgo "concorda com a análise do governo do Reino Unido de que é muito provável que a Federação da Rússia seja responsável por este ato", afirma um comunicado.

"Luxemburgo é solidário com o Reino Unido ante o questionamento de nossa segurança comum", completa o comunicado.

A medida foi anunciada após a expulsão em massa e coordenada de diplomatas russos por vários países ocidentais após o envenenamento do ex-espião russo.

Vinte e seis países, incluindo os Estados Unidos e 18 da União Europeia, expulsaram 121 diplomatas russos como parte das represálias decididas pela comunidade ocidental, um fato sem precedentes inclusive durante a Guerra Fria.

O ministro das relações Exteriores, Jean Asselborn, deu a entender na terça-feira que Luxemburgo não expulsaria diplomatas russos.

Na terça-feira, a Otan decidiu expulsar sete representantes russos e negar a credencial a três.

O ex-espião russo Serguei Skripal e sua filha Yulia foram envenenados em 4 de março em Salisbury, sul da Inglaterra. Os dois permanecem hospitalizados em estado crítico.

cak-zap/phv/zm/ra/fp

Internacional