PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Comitê do Senado dos EUA aprova confirmação de Mike Pompeo como secretário de Estado

23/04/2018 20h31

Washington, 23 Abr 2018 (AFP) - Por 11 votos a nove, o influente Comitê das Relações Exteriores do Senado americano confirmou, nesta segunda-feira (23), a indicação de Mike Pompeo como secretário de Estado, em uma tumultuada sessão.

Com 21 legisladores, o Comitê alcançou inicialmente um resultado de 11 votos a favor e dez contra, mas o resultado não poderia ser enviado para plenário, porque um dos integrantes da maioria, Johnny Isakson, não estava presente.

O presidente do Comitê, o republicano Bob Corker, também sugeriu enviar o resultado para o plenário com uma nota, observando que, se Isakson estivesse presente, teria votado a favor de Pompeo. O diretor da CIA foi nomeado secretário de Estado em meados de março para substituir Rex Tillerson, demitido por Donald Trump.

Em resposta, o titular do bloco democrata, Robert Menendez, expressou sua divergência.

"Não quero que aprovemos aqui um precedente que possa ser usado no futuro", argumentou.

A sessão teve de ser interrompida para que as duas bancadas fizessem consultas sobre uma saída para esse impasse com os especialistas nos regulamentos do Senado.

Finalmente, o senador democrata Christopher Coons concordou com omitir seu voto.

"Já registrei nas atas que sou contrário à confirmação do senhor Pompeo. Mas não podemos ficar nessa situação", disse Coons, que, em uma nova votação, apenas disse "Presente!".

Ao fim dessa nova rodada, o nome de Pompeo ficou em vantagem de 11 votos a favor, nove contra e uma abstenção. Com esses dois votos de diferença, o apoio do Comitê pôde, então, passar para a plenária da Casa.

Internacional