Holanda e Austrália responsabilizam a Rússia por queda do voo MH17

Haia, 25 Mai 2018 (AFP) - Holanda e Austrália afirmam que a Rússia é "responsável" pela tragédia do voo MH17 da Malaysia Airlines, derrubado por um míssil quando sobrevoava a Ucrânia em 2014, afirmou nesta sexta-feira o governo holandês, uma declaração que pode resultar em ações judiciais.

Os dois países, dos quais procediam grande parte das 298 vítimas, "consideram a Rússia responsável por sua participação na queda" do avião comercial da companhia Malaysia Airlines, afirmou o governo holandês em um comunicado.

A declaração foi divulgada um dia depois da equipe internacional que investiga a tragédia do voo MH17 da Malaysia Airlines ter revelado pela primeira vez que o míssil utilizado para derrubar o avião foi transportado por uma brigada militar russa.

Moscou, no entanto, negou rapidamente a acusação e afirmou que nenhum projétil destas características atravessou a fronteira entre Rússia e Ucrânia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos