Pentágono adverte Síria sobre eventuais ataques a forças curdas

Washington, 31 Mai 2018 (AFP) - O Pentágono advertiu nesta quinta-feira o presidente sírio, Bashar al Assad, que realize uma ofensiva contra as forças curdas apoiadas pelos Estados Unidos que controlam o nordeste do país.

"Qualquer parte interessada na Síria deve entender que atacar as forças americanas ou a nossos parceiros da coalizão será uma má política", disse o tenente-geral Kenneth McKenzie, diretor do comando conjunto, durante uma coletiva de imprensa.

Seus comentários aconteceram depois que Assad lhe disse que a rede de televisão russa RT que não hesitaria em usar a força para retomar o terço do país nas mãos das Forças Democráticas Sírias (SDF).

"O único problema que resta na Síria são as SDF", disse o presidente ao canal russo.

As SDF, controladas pela milícia de uma autoproclamada administração autônoma curda, conta com o apoio aéreo da coalizão liderada pelos Estados Unidos contra o grupo Estado Islâmico e com o das forças especiais americanas e francesas sobre o terreno.

Tanto as SDF como as tropas sírias apoiadas pela Rússia estão envolvidas em operações separadas contra o EI no leste da Síria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos