PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Enfermeira confessa que envenenou 20 pacientes no Japão para que mortes não ocorressem no seu turno

Enfermeira Ayumi Kuboki, de 31 anos, confessa que envenenou 20 pacientes no Japão - Kyodo News
Enfermeira Ayumi Kuboki, de 31 anos, confessa que envenenou 20 pacientes no Japão Imagem: Kyodo News

Em Tóquio

11/07/2018 10h23

Uma ex-enfermeira japonesa de um hospital da periferia de Tóquio foi detida como suspeita do assassinato de um paciente, mas, segundo a imprensa local, confessou aos investigadores ter envenenado cerca de 20 pessoas.

Ayumi Kuboki, de 31 anos, está detida como suspeita da morte de um homem de 88 anos, informou a polícia, sem dar mais detalhes.

Suspeita de ter colocado desinfetante na bolsa de soro do paciente em 2016, foi detida no sábado passado e contou à polícia que fez a mesma coisa com outros 20 pacientes, segundo a imprensa japonesa.

Segundo as fontes, a polícia já detectou a presença de líquido desinfetante no corpo de quatro septuagenários e octogenários mortos no mesmo hospital na época.

A enfermeira teria cometido os crimes para determinar o momento da morte dos pacientes, para que não ocorresse durante seu turno.

"Explicar às famílias a morte de um parente era difícil para mim durante meu plantão", teria dito aos policiais.

Internacional