PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Acordo EUA-China está muito distante, diz secretário americano

24/01/2019 14h28

Washington, 24 Jan 2019 (AFP) - O secretário americano de Comércio, Wilbur Ross, avaliou nesta quinta-feira que os Estados Unidos e a China estão longe de resolver seu conflito comercial, embora espere conseguir um acordo.

"Houve muito trabalho prévio, mas estamos a quilômetros e quilômetros de chegar a uma resolução", disse Ross à emissora CNBC, de Davos.

Uma delegação chinesa deve visitar Washington na próxima semana para novos diálogos. De acordo com Ross, a "importante delegação chinesa" seria composta de "cerca de 30 pessoas" que ficarão "alguns dias" na capital.

Ross afirmou que, embora haja muito trabalho a ser feito, existe "uma possibilidade razoável" de alcançar um acordo, ao mesmo tempo em que apontou que a discussão envolve temas difíceis de abordar com pouco tempo.

"Acho que a China gostaria de alcançar um acordo. Nos gostaríamos de chegar a um acordo, mas tem que ser um acordo que funcione para as duas partes", disse.

"Estou dizendo para as pessoas que não deveriam pensar que os eventos da próxima semana serão a solução para todos os problemas entre Estados Unidos e China".

Washington e Pequim estabeleceram 1 de março como prazo para negociar um acordo comercial. Caso não seja bem sucedido, o conflito entre as duas potências pode recomeçar.

dt/vog/elm/arc/lp/cbr/ll

Internacional