PUBLICIDADE
Topo

Internacional

EUA determinam que pessoal diplomático 'não essencial' deixe a Venezuela

24/01/2019 21h12

Washington, 24 Jan 2019 (AFP) - Os Estados Unidos determinaram, nesta quinta-feira (24), que sua equipe diplomática não essencial deixe a Venezuela, mas não cumpriu uma retirada completa - ordenada por Nicolás Maduro, que Washington não reconhece mais como presidente.

O Departamento de Estado disse em nota que tinha ordenado que "funcionários do governo dos EUA não essenciais deixem a Venezuela".

O governo "tem uma habilidade limitada para fornecer serviços de emergência para cidadãos americanos na Venezuela", afirma

sct/ia/mvv/ll

Internacional