PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Presidente kosovar diz a Trump estar pronto para compromissos com a Sérvia

29/01/2019 18h45

Pristina, 29 Jan 2019 (AFP) - O presidente do Kosovo, Hashim Thaçi, assegurou em uma carta a Donald Trump que está pronto para selar os "compromissos necessários" para chegar a um "acordo definitivo" com a Sérvia, que estaria "ao alcance da mão".

Em um e-mail de 8 de janeiro e difundido na terça-feira, Hashim Thaçi se manifesta "disposto a fazer os compromissos necessários para conseguir os compromissos necessários para obter o acordo completo e equilibrado que inclua todos os assuntos pendentes".

O antigo conflito diplomático de 20 anos entre a Sérvia e o Kosovo é um dos mais perigosos na Europa.

A Sérvia perdeu o controle de sua antiga província depois de bombardeios ocidentais que puseram fim à guerra entre as forças sérvias e a guerrilha separatista kosovar albanesa (1998-1999, mais de 13.000 mortos).

A Sérvia não reconhece a independência proclamada em 2008 pelo Kosovo e conseguiu fechar-lhe as portas da ONU graças ao apoio de Rússia e China.

Um acordo, segundo Thaçi, "encerraria o conflito secular com a Sérvia e traria a paz à região inteira".

Neste "acordo permanente, ambas as partes se reconhecerão mutuamente, renunciarão a qualquer conflito" e se prevê "a adesão do Kosovo à ONU como Estado-membro".

Este feito está "ao alcance da mão", diz Thaçi em resposta a uma carta do presidente americano, Donald Trump, que antes das festas de Natal e Ano Novo expressou a esperança de convidar Washington a autoridades sérvias e kosovares para alcançar um "acordo histórico".

Thaçi e seu contraparte sérvio, Aleksandar Vucic, mostram desde o verão (boreal) passado a vontade de retomar as negociações bloqueadas há meses e de chegar a um acordo.

Mas a decisão, em novembro, do premiê kosovar, Ramush Haradina, de impor uma tarifa alfandegária de 100% aos produtos de importação sérvios, afetou as relações.

ih/ng/lpt/eg/age

Internacional