PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Guaidó irá à reunião do Grupo de Lima e propõe avaliar 'todas as cartas' sobre Maduro

23/02/2019 22h44

Cúcuta, Colômbia, 24 Fev 2019 (AFP) - O líder opositor venezuelano Juan Guaidó anunciou neste sábado (23) que vai participar na segunda-feira da reunião do Grupo de Lima, em Bogotá, e pediu à comunidade internacional que considere "todas as cartas" sobre o governo de Nicolás Maduro.

"Vou participar (...) desta reunião do Grupo de Lima (...) com todos os chanceleres da região e também com o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence", afirmou Guaidó, reconhecido por meia centena de países como presidente interino da Venezuela, em uma declaração aos meios de comunicação da cidade colombiana de Cúcuta.

Guaidó fez este anúncio, após acusar o governo de Nicolás Maduro pela repressão que impediu a entrada da carga de ajuda doada pelos Estados Unidos e seus aliados com destino à Venezuela.

Neste sentido, pediu à comunidade internacional "que se mantenham todas as cartas sobre a mesa" com relação a Maduro. O governo de Donald Trump evocou todas as opções, inclusive a militar, para forçar Maduro a deixar o poder.

bur-vel/yow/mvv

Internacional