Topo

Salvini demonstra convergência com Trump em Washington

17/06/2019 20h05

Washington, 17 Jun 2019 (AFP) - O ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, demonstrou sua "proximidade" com o governo americano de Donald Trump em Washington na segunda-feira (17).

O vice-primeiro-ministro italiano também foi recebido pelo chefe da diplomacia norte-americana Mike Pompeo e depois se encontrou com o vice-presidente Mike Pence na Casa Branca.

Pence tuitou que teve um "grande encontro" com Salvini e que ambos falaram sobre "a relação entre os Estados Unidos e a Itália e sobre as prioridades que compartilham".

Salvini, que se estabeleceu como o homem forte do frágil governo de coalizão com o antissistema do Movimento das Cinco Estrelas, ressaltou que compartilha a "visão" do governo dos EUA sobre "Irã, Venezuela, Líbia, a situação no Oriente Médio, o direito à existência de Israel e as preocupações causadas pela arrogância chinesa em relação à Europa e ao continente africano".

Como o presidente dos EUA, ele denunciou uma suposta má administração das Nações Unidas. Salvini também defendeu um diálogo com a Rússia de Vladimir Putin para "aproximar Moscou do sistema de valores ocidentais em vez de deixá-lo nos braços de Pequim".

O político italiano também lamentou que seu executivo ainda não reconheça formalmente a oposição venezuelana Juan Guaidó como presidente interino, ao contrário dos Estados Unidos e de outros países europeus. Criticou ainda as "fraquezas" da UE, um dos principais alvos dos ataques de Trump.

fff/sdu/gma/yow/cc/mvv

Mais Internacional