Topo

Curdo sírio tenta atear fogo em si mesmo em frente à agência da ONU

O abrigo coletivo para requerentes de asiloperto do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), onde um curdo sírio ateou fogo em si mesmo - Marina Depetris/Reuters
O abrigo coletivo para requerentes de asiloperto do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), onde um curdo sírio ateou fogo em si mesmo Imagem: Marina Depetris/Reuters

Em Genebra

23/10/2019 08h23

Um curdo sírio tentou atear fogo em si mesmo na manhã de hoje em frente à Agência da ONU para os Refugiados (Acnur) em Genebra e foi levado de helicóptero para um hospital, informou a polícia.

O homem de 31 anos, que mora nana Alemanha, não carregava nenhum cartaz nem deixou carta explicando seu gesto, disse à AFP Silvain Guillaume-Gentil, porta-voz da polícia de Genebra.

O incidente ocorreu às 7h40 (2h40 de Brasília), na presença de vários pedestres no bairro das Nações Unidas, onde está localizada a sede europeia dessa instituição multilateral.

Os bombeiros chegaram rapidamente e levaram o homem para o helicóptero que o levou a um hospital em Lausanne.

Os curdos da Suíça protestaram várias vezes essa semana contra a ofensiva turca no nordeste da Síria, que forçou milhares de curdos a se refugiarem no Iraque.

Internacional