PUBLICIDADE
Topo

Atividade manufatureira na China cai a mínimo histórico por coronavírus

21.fev.2020 - Pessoas usam máscaras protetoras enquanto andam em rua de Hong Kong, na China - Tyrone Siu/Reuters
21.fev.2020 - Pessoas usam máscaras protetoras enquanto andam em rua de Hong Kong, na China Imagem: Tyrone Siu/Reuters

29/02/2020 00h17

Pequim, 29 Fev 2020 (AFP) - A atividade do setor manufatureiro na China caiu a um mínimo histórico em fevereiro, em plena desaceleração da segunda economia do planeta provocada pelo novo coronavírus, anunciou neste sábado o Bureau Nacional de Estatísticas (BNS).

O índice de gestores de compras (PMI) para o mês de fevereiro se situou em 35,7 pontos, contra 50,0 em janeiro, segundo o BNS. Uma cifra acima de 50 indica expansão da atividade e abaixo, contração.

O resultado é muito inferior à previsão dos analistas consultados pela agência Bloomberg, cuja média era de 45,0.

Os setores automobilístico e de equipamentos especializados foram muito afetados, revelou o BNS.

Mas o BNS está otimista: "a epidemia de pneumonia pelo novo coronavírus teve mais repercussões (que o previsto) na produção e nas operações das empresas chinesas, mas parece caminhar para seu controle e o impacto na produção se atenua progressivamente".

A maioria dos analistas avalia que o crescimento econômico da China será muito afetado no primeiro trimestre.

Notícias