PUBLICIDADE
Topo

Turquia anuncia confinamento para menores de 20 anos em combate à covid-19

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan - Adem Altan/AFP
O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan Imagem: Adem Altan/AFP

em Istambul (Turquia)

03/04/2020 17h42

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou o confinamento obrigatório para menores de 20 anos, a partir da meia-noite de hoje para combater a propagação do coronavírus, que acelera no país.

"Em todo o país, pessoas com menos de 20 anos, nascidas após 1º de janeiro de 2000, não terão o direito de sair às ruas", disse Erdogan em discurso televisionado.

Os veículos não poderão entrar ou sair de 31 cidades, incluindo Istambul e Ancara, por 15 dias, anunciou o presidente.

As pessoas com mais de 65 anos e doentes crônicos já estavam sujeitas ao confinamento obrigatório.

A partir de amanhã, será obrigatório o uso de máscara nos mercados e lojas, acrescentou Erdogan, que pediu que seja respeitada uma distância de "três passos" entre as pessoas quando saírem.

O presidente turco advertiu que aqueles que não respeitarem as medidas serão multados.

A Turquia registrou mais de 20.000 casos de coronavírus, 425 fatais, disse o ministro da Saúde, Fahrettin Koca, nesta sexta-feira, alertando que a epidemia está "no início".

Mais da metade dos casos foram registrados em Istambul, capital econômica do país, com cerca de 16 milhões de habitantes. O prefeito da cidade, Ekrem Imamoglu, pede o confinamento total.

Para conter a propagação da epidemia, a Turquia ordenou o fechamento de escolas, a suspensão de voos e proibição de aglomerações.

Além disso, o Parlamento deve analisar na próxima semana um projeto de lei para libertar cerca de 90.000 detidos (um prisioneiro em cada três), para aliviar prisões superlotadas.

Coronavírus