PUBLICIDADE
Topo

Reino Unido ameaça endurecer confinamento por covid-19

Integrante da equipe médica faz teste para coronavírus em um trabalhador na Grande Londres, em 28 de março  - GLYN KIRK/AFP
Integrante da equipe médica faz teste para coronavírus em um trabalhador na Grande Londres, em 28 de março Imagem: GLYN KIRK/AFP

05/04/2020 14h19

O governo britânico ameaçou, neste domingo (5), endurecer o confinamento, se a medida for desrespeitada pela população.

Este anúncio foi feito algumas horas antes de um excepcional discurso televisionado da rainha Elizabeth II, no qual ela convidará os britânicos a se colocarem à altura do desafio da pandemia de coronavírus.

Em 23 de março, o Executivo britânico decretou um confinamento de pelo menos três semanas, durante as quais os cidadãos podem sair de casa apenas para fazer compras, ter atendimento médico, ou se exercitar uma vez ao dia.

"Se não quiserem que decidamos proibir qualquer exercício físico fora de casa, cumpram as regras", advertiu neste domingo (5) em entrevista à rede Sky News o ministro da Saúde, Matt Hancock, lamentando que uma "pequena minoria" siga sem respeitar as normas.

A medida contaria com o apoio do Partido Trabalhista, principal legenda da oposição, garantiu seu novo líder, Keir Starmer.

Segundo o último balanço publicado neste domingo, 4.934 pessoas morreram por coronavírus nos hospitais britânicos, do total de 47.806 casos registrados oficialmente (+5.903).

Coronavírus