PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: estudo na Espanha revela que um terço dos infectados são assintomáticos

Ruas de Madri, na Espanha, durante pandemia causada pelo novo coronavírus - Miguel Pereira / Getty Images
Ruas de Madri, na Espanha, durante pandemia causada pelo novo coronavírus Imagem: Miguel Pereira / Getty Images

04/06/2020 14h46

Um terço dos infectados do novo coronavírus na Espanha são assintomáticos, revelou uma atualização de um estudo publicado pelo governo, que confirmou que 5,2% da população já contraiu o vírus da covid-19.

Extrapolando os resultados do estudo com a população em geral, foi concluído que "um terço das pessoas que tem a infecção não apresentam sintomas, portanto não precisaram do serviço de saúde", afirmou à imprensa a diretora do Centro Nacional de Epidemiologia, Marina Pollán.

A segunda onda do estudo soro-epidemiológico com uma amostra de mais de 60 mil pessoas, realizada entre 18 de maio e 1º de junho, teve como resultado principal que 5,21% da população (cerca de 2,4 milhões dos 47 milhões de espanhóis) desenvolveram anticorpos, ou seja, eles tiveram algum contato com o vírus, segundo o comunicado do Ministério da Saúde.

O resultado é muito similar ao da primeira onda de estudos, realizada entre o final de abril e meados de maio. Naquela ocasião, foi revelado que cerca de 5% da população espanhola havia contraído o novo coronavírus.

"Embora a média nacional seja de 5,21%, o estudo mostra uma variabilidade geográfica, também muito parecida com a observada na primeira onda, com prevalências iguais ou próximas a 10% em Madri, assim como, nas províncias localizadas na região", aponta o comunicado.

Madri tem sido a região mais atingida pelo coronavírus, chegando perto de um terço dos 240 mil casos confirmados e 27 mil mortes de todo o país.

A Espanha, um dos países que mais sofrem com a pandemia, conseguiu diminuir o número de contágios e está em um processo gradual de flexibilização do confinamento que deverá terminar no final de junho.

Coronavírus