PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Peregrinação a Meca começará no dia 29 de julho em número limitado

Apenas mil fiéis poderão participar da peregrinação em 2020 - Abdel Ghani Bashir / AFP
Apenas mil fiéis poderão participar da peregrinação em 2020 Imagem: Abdel Ghani Bashir / AFP

Da AFP, em Riade (Arábia Saudita)

20/07/2020 17h20Atualizada em 20/07/2020 19h44

A peregrinação a Meca, que deve ser feita pelos muçulmanos ao menos uma vez na vida, começará no próximo 29 de julho. Por causa da pandemia do novo coronavírus, neste ano apenas mil fiéis poderão participar, anunciaram hoje as autoridades sauditas.

"O recolhimento dos peregrinos no Monte Arafat, ponto culminante da peregrinação, ocorrerá na quinta-feira", informou a agência saudita oficial de notícias, SPA, ao acrescentar que na quarta-feira será o primeiro dia da peregrinação, segundo a Suprema Corte.

A Arábia Saudita decidiu no último mês limitar o número de pessoas, já que no ano passado esse evento reuniu 2,5 milhões de fiéis, vindos em sua maioria do exterior.

Para conter a pandemia do novo coronavírus, a peregrinação será reservada a mil fiéis moradores da Arábia Saudita, informaram as autoridades.

Os residentes estrangeiros serão 70% dos mil autorizados. Os sauditas representarão os outros 30%, e serão selecionados entre profissionais da saúde e segurança que já foram contaminados e se recuperaram, segundo as autoridades.

Coronavírus