PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: cerca de 45 policiais alemães ficaram feridos em protestos no sábado

Milhares de pessoas saíram às ruas em Berlim neste sábado (1°) para protestar contra as regras de isolamento social - John Macdougall/AFP
Milhares de pessoas saíram às ruas em Berlim neste sábado (1°) para protestar contra as regras de isolamento social Imagem: John Macdougall/AFP

02/08/2020 10h31

Cerca de 45 policiais ficaram feridos em manifestações neste fim de semana em Berlim, incluindo protestos contra as restrições pelo coronavírus, informou a polícia, enquanto manifestantes se reúnem novamente neste domingo (2).

Um total de 133 pessoas foram presas em protestos neste sábado (1º), declarou a polícia em um comunicado, por crimes como resistência à autoridade, desordem pública e uso de símbolos inconstitucionais.

Três policiais foram atendidos no hospital, acrescentou a polícia.

Aproximadamente 20 mil pessoas participaram do "Dia da Liberdade" em Berlim no sábado, contra as medidas de prevenção ao coronavírus que, segundo elas, limitam as liberdades individuais. A maioria não usava máscaras e não respeitou a distância de segurança de um metro e meio.

Os manifestantes se dirigiram ao Portão de Brandemburgo, onde a polícia começou a dispersá-los pela tarde, mas centenas deles permaneceram no local.

Em uma manifestação antifascista separada, os manifestantes jogaram pedras nos policiais, fogos de artifício e danificaram dois carros policiais e um escritório local de um partido. Vários policiais ficaram feridos.

Cerca de cem pessoas voltaram a se reunir neste domingo ao oeste do Portão de Brandemburgo, observou um repórter da agência de notícias AFP. A maioria usava máscaras e respeitava o distanciamento.

Coronavírus