PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Ministro tcheco da Saúde é criticado por violar normas contra covid-19

O ministro tcheco da Saúde recebeu várias críticas depois de ter sido surpreendido por um fotógrafo quando deixava, sem máscara, um restaurante, que deveria estar fechado devido às restrições anti-covid  - Getty Images
O ministro tcheco da Saúde recebeu várias críticas depois de ter sido surpreendido por um fotógrafo quando deixava, sem máscara, um restaurante, que deveria estar fechado devido às restrições anti-covid Imagem: Getty Images

Em Praga

23/10/2020 07h47

O ministro tcheco da Saúde recebeu várias críticas depois de ter sido surpreendido por um fotógrafo quando deixava, sem máscara, um restaurante, que deveria estar fechado devido às restrições anti-covid impostas por sua própria administração.

De acordo com o jornal Blesk, Roman Prymula, no cargo desde setembro, entrou sem máscara em seu carro com motorista.

O comportamento provocou uma tempestade de críticas nas redes sociais por opositores e até mesmo dentro do governo de coalizão.

"As normas devem ser válidas para todos, sem exceção. Prymula não pode continuar sendo ministro da Saúde", afirmou o ministro do Interior, Jan Hamacek, que coordena o comitê de crise governamental sobre pandemia.

Os dois ministros são de partidos diferentes

A epidemia de coronavírus provocou 1.845 mortes e 223 mil casos na República Tcheca desde março. O país de 10,6 milhões de habitantes é o mais afetado da União Europeia em termos relativos a sua população.

Durante o verão, o primeiro-ministro Andrej Babis também foi criticado por viajar de férias a Creta, depois de pedir aos compatriotas que não viajassem ao exterior.

Internacional