PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Morre jovem palestino baleado na cabeça por exército israelense na Cisjordânia

17.jun.2021 - A irmã e mãe do adolescente palestino Ahmed Zahi choram durante o funeral do jovem em Beita, na Cisjordânia - REUTERS / Mohamad Torokman TPX
17.jun.2021 - A irmã e mãe do adolescente palestino Ahmed Zahi choram durante o funeral do jovem em Beita, na Cisjordânia Imagem: REUTERS / Mohamad Torokman TPX

Da AFP, nos Territórios palestinos

17/06/2021 09h30Atualizada em 17/06/2021 11h26

Um adolescente palestino morreu nesta quinta-feira (17), após ser baleado na véspera pelo exército israelense durante distúrbios no norte da Cisjordânia ocupada, relataram fontes palestinas.

Ahmed Zahi Dawud, de 16 anos, foi ferido na quarta-feira (16) em choques em sua localidade de Beita, perto de Nablus. Lá, as manifestações contra a colonização israelense costumam terminar em confrontos com as forças israelenses.

Dawud levou um tiro na cabeça, informaram o Ministério palestino da Saúde e o hospital de Nablus (norte), onde estava internado.

Ontem, o Exército israelense disse que um soldado atirou na direção de um palestino que corria em sua direção e que havia lançado um "objeto suspeito" que "explodiu", no setor da colônia de Eviatar, perto de Beita.

"O soldado agiu para prender o suspeito, atirando para o alto e, depois, atirando em sua direção", disse o Exército em um curto comunicado.

De acordo com a agência oficial de notícias palestina Wafa, este é o quarto palestino morto em Beita em um mês.

Internacional