PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Princesa Latifa de Dubai afirma estar livre para viajar

Filha do soberano de Dubai, a princesa Latifa (na direita), afirmou que agora está livre para "viajar para onde quiser", depois de afirmar recentemente que era "refém" da família real - GIUSEPPE CACACE / AFP
Filha do soberano de Dubai, a princesa Latifa (na direita), afirmou que agora está livre para "viajar para onde quiser", depois de afirmar recentemente que era "refém" da família real Imagem: GIUSEPPE CACACE / AFP

23/06/2021 14h14Atualizada em 23/06/2021 14h36

A filha do soberano de Dubai, a princesa Latifa, afirmou que agora está livre para "viajar para onde quiser", depois de afirmar recentemente que era "refém" da família real, segundo um comunicado enviado nesta quarta-feira (23) à AFP pelo escritório de advogados que a representa.

Depois que a imprensa britânica divulgou vídeos em que a princesa alegava ser uma "refém" e que temia pela própria vida, o Escritório do Alto Comissariado para os Direitos Humanos exigiu em fevereiro que o país do Golfo Pérsico desse provas de vida da princesa, uma demanda que foi retirada no final de maio.

Após a divulgação desses vídeos, várias imagens da princesa Latifa foram publicadas em uma conta do Instagram.

Nesta segunda-feira, uma nova imagem na qual supostamente aparece a princesa Latifa no aeroporto de Barajas reacendeu as especulações sobre sua situação.

"Recentemente visitei três países europeus nas férias com uma amiga. Pedi que ela publicasse várias fotos na Internet para provar aos meus apoiadores que posso viajar para onde quiser", declarou a princesa Latifa, segundo o gabinete de advogados Taylor Wessing.

"Agora espero viver minha vida em paz, sem ser perseguida pela imprensa", acrescentou Latifa, agradecendo a todo o mundo pelo apoio.

A campanha "Free Latifa" (Liberdade para Latifa), com sede em Londres, mostrou sua satisfação em um comunicado ao "ver que Latifa parece ter um passaporte, viajar e desfrutar de uma grande liberdade."

A filha de Mohammed ben Rached al-Maktoum, dirigente de Dubai e primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos, tentou, sem sucesso, fugir de barco desta cidade-Estado em 2018.

Latifa, de 35 anos, não era vista em público desde sua frustrada tentativa de fuga.

A AFP não conseguiu verificar a autenticidade, nem a data em foram tiradas as recentes fotos publicadas por uma conta que leva o nome de "shinnybryn".

Este perfil do Instagram pertence a uma mulher chamada Sioned Taylor, segundo a mídia britânica.

Contatadas pela AFP, as autoridades de Dubai não responderam sobre a publicação das fotos da princesa.

Internacional