PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
4 meses

China levanta confinamento de Xi'an depois de surto de covid-19

16.jan.2022 - Pessoas formam fila para fazer teste de covid-19 em Pequim, na China - Yew Lun Tian/Reuters
16.jan.2022 - Pessoas formam fila para fazer teste de covid-19 em Pequim, na China Imagem: Yew Lun Tian/Reuters

24/01/2022 10h20

As autoridades chinesas levantaram nesta segunda-feira (24) o confinamento dos habitantes da cidade de Xi'an (norte), um dos mais longos do país, e anunciaram a flexibilização da maioria das restrições.

Os 13 milhões de habitantes da cidade, conhecida por seus Guerreiros de Terracota, estavam confinados em suas casas desde 22 de dezembro após a descoberta de um surto de covid-19 que ultrapassou 2.100 casos, o maior na China em meses.

Com os Jogos Olímpicos de Inverno começando na próxima semana, as autoridades querem acabar com os surtos em várias grandes cidades, incluindo Pequim, onde mais de 40 casos foram relatados desde meados de janeiro.

Embora o número de casos de coronavírus na China seja insignificante em comparação com os números de outros países, a estratégia "covid zero" das autoridades significa que o menor sinal do vírus está sujeito a rastreamento de contatos, bloqueios seletivos e longas quarentenas.

Em Xi'an, as autoridades na semana passada começaram a diminuir as restrições após uma queda significativa nos casos diários.

Os moradores que não têm problemas de saúde podem agora deixar a cidade, enquanto o transporte público e a atividade econômica foram totalmente retomados.

Xi'an agora é considerada uma zona de "baixo risco", disseram autoridades de controle do vírus em comunicado nesta segunda-feira, observando que apenas um distrito permanece fechado.

Em Pequim, as autoridades estão reforçando os controles já rígidos após um aumento recente nos casos, que coincide com o tradicional aumento nas viagens pelo país antes do Ano Novo Chinês.

As autoridades estão tentando evitar um bloqueio total da capital antes dos Jogos Olímpicos de Inverno, que estão determinados a realizar, e estão pedindo aos moradores que não se desloquem durante os feriados de Ano Novo.

Internacional