PUBLICIDADE
Topo

Seminário do ICMBio discute projeto que fortalece conservação em RPPNs

Júlia Buonafina*

29/06/2017 18h36

As Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs) podem ser fortalecidas com a aprovação do Projeto de Lei (PL) 1.548/2015, segundo especialistas que participaram hoje (29) do 1º Fórum Nacional sobre o tema, promovido pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). O PL, que tramita na Câmara, estabelece uma série de benefícios para proprietários de unidades de conservação deste tipo, como vantagens tributárias e incentivos técnicos. A RPPN é uma categoria de unidade de conservação particular criada em área privada por ação voluntária do proprietário. Entre as medidas previstas no projeto para os donos de RPPNs estão a isenção de pagamento do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR) do imóvel cuja área destinada à reserva representar mais de 30% dos limites totais da propriedade e a dedução no Imposto de Renda das despesas feitas pelos proprietários durante o processo de criação, instalação, manutenção e ampliação de benfeitorias nas RPPNs, incluindo a elaboração e implantação do plano de manejo. O PL também prevê a instalação de criadouro científico vinculado a planos de recuperação de populações de animais silvestres localmente ameaçados ou de programas de repovoamento de áreas por espécies em declínio na região da reserva em RPPNs. O evento reuniu cerca de 200 participantes, entre gestores governamentais, especialistas, representantes de organizações não governamentais e donos de terras.   *Estagiária sob supervisão de Luana Lourenço