PUBLICIDADE
Topo

SP: número de óbitos está estável ou em queda em 89% dos municípios

Foto aérea do Masp (Museu de Arte de São Paulo), na Avenida Paulista, durante a pandemia de coronavírus - Marcello Zambrana/AGIF
Foto aérea do Masp (Museu de Arte de São Paulo), na Avenida Paulista, durante a pandemia de coronavírus Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

31/07/2020 19h13

O secretário estadual da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, disse hoje que 83 dos 645 municípios do estado de São Paulo estabilizaram ou diminuíram o número de internações pelo novo coronavírus nos últimos dias.

Gorinchteyn também disse que 89% dos municípios do estado apresentam estabilidade ou queda no número de óbitos, incluindo a capital paulista.

Segundo Gorinchteyn, a capital paulista obteve esta semana "a menor taxa de internações e de óbitos" pelo novo coronavírus dos últimos três meses, cenário que vem se mantendo em queda há duas semanas. "Mostrando uma condição de controle da doença no município", disse.

Nesta 31ª Semana Epidemiológica —que corresponde ao período entre 26 de julho e se encerra amanhã (1º)—, a capital vem apresentando uma alta na média móvel diária de casos.

Segundo dados do governo paulista, a média é de 2.914 novos casos contabilizados a cada dia desta semana. A média móvel é calculada somando-se a quantidade obtida na semana e dividindo-se pelo número de dias.

No entanto, quanto às novas internações, esta semana [ainda não encerrada] vem demonstrando queda na capital: a média móvel está em torno de 583 novas internações por dia, o menor número desde o início de maio.

A maior média diária neste período foi registrada na 24ª semana (entre os dias 7 e 13 de junho), com 823 internações por dia.

Em relação às mortes, a capital também vem apresentando queda na 31ª Semana Epidemiológica, somando 53 óbitos por dia, menor valor desde maio.