PUBLICIDADE
Topo

União bloqueia R$ 220 mi das contas do Estado do Rio por atraso de dívidas

1º.fev.2017 - Servidores protestam em frente à Alerj contra o atraso de salários e o pacote de corte de gastos do governo estadual - José Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo
1º.fev.2017 - Servidores protestam em frente à Alerj contra o atraso de salários e o pacote de corte de gastos do governo estadual Imagem: José Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo

22/02/2017 13h46

A União bloqueou nesta quarta-feira (22) o valor de R$ 220 milhões das contas bancárias do Estado do Rio de Janeiro por causa de atrasos no pagamento de dívidas. Uma liminar concedida pelo STF (Supremo Tribunal Federal) em dezembro, que impedia bloqueios das contas do Estado, já não tem mais validade, informou a Secretaria de Estado de Fazenda.

Conforme a secretaria, o bloqueio desta segunda ocorreu pelo "não pagamento da dívida com a União".

Na última sexta-feira (17), o Estado do Rio havia informado o cronograma para terminar de pagar a folha de salários de janeiro, mas o bloqueio levará a novos atrasos nos pagamentos. Cerca de 30% dos servidores públicos ainda não receberam e terão os vencimentos divididos em seis parcelas --a primeira parcela, de R$ 577, está agendada para hoje.

Segundo a Secretaria de Fazenda, o pagamento da parcela de hoje está garantido. Com isso, 71,3% do total de servidores terão recebido seus salários. A folha líquida de janeiro do funcionalismo do Rio soma R$ 2,2 bilhões.

Como vem ocorrendo nos últimos meses, funcionários ativos e aposentados da área de segurança (policiais civis e militares, bombeiros e agentes penitenciários) e ativos da educação receberam no décimo dia útil do mês seguinte, no último dia 14. A Secretaria de Fazenda promete divulgar ainda hoje um novo calendário de pagamento das parcelas.