Prédio da Boate Kiss será demolido e deve dar lugar a um memorial

Lucas Azevedo

Em Porto Alegre

  • Ronald Mendes/ Agência RBS/ Estadão Conteúdo

    A estimativa é que todo processo custe R$ 250 mil

    A estimativa é que todo processo custe R$ 250 mil

O prédio da Boate Kiss em Santa Maria (RS) - palco do incêndio que deixou 242 mortos em 27 de janeiro de 2013 - será demolido e deve dar lugar, nos próximos dois anos, a um memorial. O Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) está organizando um concurso público nacional para transformar o imóvel em uma homenagem às vítimas.

O objetivo é lançar o edital até agosto e contar com a participação de profissionais de todo país. A estimativa é que todo processo custe R$ 250 mil - a ser pago por meio de financiamento - e dure até outubro. O vencedor será anunciado até janeiro de 2018, quinto ano da tragédia.

A data deve coincidir com o início da demolição do prédio. Ao menos é o que espera a prefeitura de Santa Maria, que diz estar em tratativas com a Econ Empreendimentos, dona do imóvel.

Oficialmente não são citados valores, mas fontes afirmam que a construtora pede R$ 4 milhões pelo prédio.

Três corretoras de imóveis farão as cotações para o imóvel. O plano da prefeitura é pagar a menor avaliação, depositando em juízo, adquirindo o espaço e começando sua demolição.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos