Manifestantes pró-Lula mudam local de acampamento, mas mantêm protestos

Daniel Weterman

São Paulo

Os movimentos de apoio ao ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva que mantinham uma vigília a 100 metros da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde o petista está preso, mudaram o local do acampamento para um terreno particular a três quarteirões da área anterior, informou a Frente Brasil Popular. A mudança foi feita após determinação judicial e acordo com a Polícia Militar e a prefeitura da capital paranaense.

Na área em frente à PF, no entanto, os manifestantes ainda farão atividades durante o dia.

Nesta terça-feira, 17, está programada no local a presença de senadores que visitarão a cela onde o ex-presidente está preso. Além disso, há previsão de programações culturais.

Para passar a noite, os movimentos alugaram um terreno entre as ruas Joaquim Nabuco e São João, a cerca de um quilômetro da sede da Polícia Federal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos