Topo

Comissão da Câmara aprova convite para Moro se explicar

Moro disse não ter visto nada ilegal nas conversas atribuídas a ele pelo site The Intercept Brasil - Rafael Marchante/Reuters
Moro disse não ter visto nada ilegal nas conversas atribuídas a ele pelo site The Intercept Brasil Imagem: Rafael Marchante/Reuters

Camila Turtelli

Brasília

12/06/2019 15h12

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara aprovou nesta quarta-feira (12) um convite para ouvir o ministro da Justiça, Sergio Moro. Ainda não há data definida para que o ex-juiz federal compareça.

O pedido inicial do deputado que apresentou a proposta, Rogério Correia (PT-MG), era de convocação (quando há uma obrigação legal de se comparecer), mas foi transformado em convite.

Vazamentos revelam que Moro orientava investigações da Lava Jato

UOL Notícias

Além do pedido de Correia, há na Câmara outros dois para que o ministro seja convocado no Plenário e na Comissão de Direitos Humanos e Minorias. Esses últimos são do deputado Márcio Jerry (PCdoB-MA).

Todos os pedidos demandam o esclarecimento sobre o vazamento de supostos diálogos dele quando ainda era juiz da Lava Jato.

Na terça-feira, 11, a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania) do Senado informou que vai receber o ministro no próximo dia 19. Moro deve também comparecer à CCJ da Câmara no dia 26, mas essa data ainda não está fechada.

Mais Política