PUBLICIDADE
Topo

Rodízio municipal de veículos em São Paulo volta a vigorar na 2ª feira

Descumprir rodízio pode acarretar em multa de R$ 130,16, além de quatro pontos na CNH - iStock
Descumprir rodízio pode acarretar em multa de R$ 130,16, além de quatro pontos na CNH Imagem: iStock

Renata Okumura

São Paulo

10/01/2020 14h30

O rodízio municipal de veículos em São Paulo voltará a vigorar na segunda-feira, 13, em razão do aumento do fluxo de carros na cidade e do término das férias escolares. A restrição - que vale também para carros de outras cidades - funciona em dias úteis, nos períodos da manhã, das 7h às 10h, e da tarde, das 17h às 20h. Não há rodízio aos sábados, domingos e feriados. A restrição assim se divide:

  • Segunda: placas finais 1 e 2
  • Terça: placas finais 3 e 4
  • Quarta: placas finais 5 e 6
  • Quinta: placas finais 7 e 8
  • Sexta: placas finais 9 e 0

Como de costume, o rodízio foi suspenso no dia 23 de dezembro, em razão da redução do fluxo de veículos nesta época do ano.

O rodízio de placas para veículos pesados (caminhões) e as demais restrições: Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC) e a Zona de Máxima Restrição ao Fretamento (ZMRF) vigoraram normalmente.

Multa

Quem não respeita a legislação recebe multa no valor de R$ 130,16 e acréscimo de quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Zona de restrição

Ficam impedidos de circular no centro expandido, incluindo as vias que delimitam o chamado mini-anel viário, formado pelas Marginais Tietê e Pinheiros, avenidas dos Bandeirantes e Afonso D'Esccragnole Taunay, Complexo Viário Maria Maluf, avenidas Tancredo Neves e Juntas Provisórias, Viaduto Grande São Paulo e avenidas Professor Luís Inácio de Anhaia Melo e Salim Farah Maluf.

Ouça o podcast Ficha Criminal com as histórias dos criminosos que marcaram época no Brasil.
Este e outros podcasts do UOL estão disponíveis no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Cotidiano