PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
4 meses

Butantan: acordo para 54 milhões de doses adicionais deve ser assinado até sexta

A CoronaVac é produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac - ALOISIO MAURICIO/ESTADÃO CONTEÚDO
A CoronaVac é produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac Imagem: ALOISIO MAURICIO/ESTADÃO CONTEÚDO

Pedro Caramuru

São Paulo

11/02/2021 08h34

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, anunciou que aguarda entre hoje e amanhã a assinatura do acordo com o Ministério da Saúde para o fornecimento de 54 milhões de doses adicionais da vacina CoronaVac, que integrarão o plano de imunização contra a covid-19.

O número se soma à quantidade já acordada até o momento entre o Butantan e o Ministério da Saúde de 46 milhões de doses do imunizante.

"Já tomamos todas as providências para a produção dessas 54 milhões de doses. Isso já está inclusive no processo de produção lá na China e a partir do final de março devemos receber já os quantitativos de matéria-prima", disse Covas em entrevista à rádio CBN.

Segundo informou, o total de 100 milhões de doses deve ser entregue ao Ministério da Saúde até o fim de agosto ou começo de setembro.

Para atender à demanda, Covas anunciou que a produção das doses sofrerá incremento: a partir do dia 23 de fevereiro serão feitas remessas diárias de 600 mil doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde até que se complete a remessa inicial de 46 milhões de doses contratadas.

Coronavírus