Conteúdo publicado há 4 meses

STF anula mais uma condenação de Moro contra André Vargas na Lava Jato

Seguindo voto do ministro Cristiano Zanin, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal anularam uma condenação imposta pelo ex-juiz Sérgio Moro ao ex-deputado federal André Vargas, um dos primeiros sentenciados no bojo da Operação Lava Jato.

O colegiado estendeu os efeitos de um decisão anterior da Corte máxima e reconheceu a incompetência da 13ª Vara Federal de Curitiba para atuar no caso em que Vargas foi acusado de corrupção e lavagem de dinheiro por usar sua influência como deputado para atuar em contratos no âmbito da Caixa Econômica Federal.

A anulação se deu durante julgamento no plenário virtual da Corte que se encerrou na sexta-feira, 29. Zanin se manifestou sobre o caso por ter herdado o processo de seu antecessor, o ministro Ricardo Lewandowski.

A avaliação do recém-chegado ao STF foi a de que a decisão anterior do STF - a qual anulou um outro processo movido contra Vargas - foi 'omissa' ao não avaliar uma segunda ação contra o ex-parlamentar. Zanin anotou como, em ambas as ações, se apurou o envolvimento do ex-deputado em supostos delitos praticados no âmbito da Caixa Econômica Federal

"Este Supremo Tribunal Federal decidiu, em inúmeros precedentes, que a competência, por conexão ou continência, da 13ª Vara Federal de Curitiba restringe-se a processos cujos supostos atos ilícitos tenham ocorrido no âmbito restrito da Petrobras/SA, e não a todas e quaisquer condutas investigadas pela extinta força-tarefa", anotou o magistrado.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora