Ronaldo é barrado em encontro com papa Francisco

SÃO PAULO, 25 FEV (ANSA) - Duas mulheres vestidas de branco e o rígido cerimonial do Vaticano impediram o ex-craque brasileiro Ronaldo "Fenômeno" de cumprimentar o papa Francisco após a audiência geral da última quarta-feira (25).   


De acordo com o jornal italiano "Gazzetta dello Sport", o ex-jogador aguardava ao lado de outras personalidades para saudar diretamente o Pontífice, mas, quando tentou se aproximar, foi "educadamente bloqueado".   


O diário diz que o cerimonial da Santa Sé prevê o "privilégio do branco", uma prerrogativa segundo a qual apenas rainhas católicas ou esposas de reis podem usar essa cor, que é a mesma da roupa papal, durante um encontro com o Pontífice. Como Ronaldo estava acompanhado de duas mulheres de branco, não conseguiu cumprimentar Jorge Bergoglio.   


O "Fenômeno" havia viajado à Itália pare receber um prêmio em Florença, aproveitando também para visitar o seu ex-clube, a Inter de Milão - quando a torcida nerazzurra o chamou de "homem de merda" -, e dar uma passadinha no Vaticano. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos