Após falas polêmicas de juiz, premier italiano pede respeito

ROMA, 23 ABR (ANSA) - Após o presidente da Associação Nacional dos Magistrados, Piercamillo Davigo, ter criticado os políticos italianos, o primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, colocou panos quentes na situação e pediu respeito.   

"Todos os dias eu leio sobre polêmicas entre políticos e magistrados, um filme já visto há anos. Pessoalmente, eu admiro muito os juízes que buscam fazer seu trabalho bem feito. E também muitos políticos que buscam fazer isso também. A relação entre políticos e magistrados deve ser muito simples: o político respeita o magistrado e espera pela sentença. O juiz aplica a lei e condena os culpados", disse o premier em sua mensagem semanal.   

Ontem (22), Davigo criticou os políticos italianos por sua postura - especialmente àqueles ligados ao partido governista, o Partido Democrático. Apesar de depois lamentar que sua opinião tenha sido "distorcida", as falas do juiz causaram muita polêmica entre os representantes públicos e entre a população, especialmente nas redes sociais. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos