Aos 99 anos, morre último sobrevivente de Pearl Harbor

NOVA YORK, 6 MAI (ANSA) - O japonês Kaname Harada, o último sobrevivente do ataque de Pearl Harbor, morreu aos 99 anos de idade, em Nagano, informou o jornal norte-americano "The New York Times". Segundo a publicação, o ex-militar faleceu na última terça-feira e o acontecimento foi confirmado por sua filha Chiyoko Tanaka. Piloto de caça da aviação japonesa, Harada era considerado um mito dos céus. No entanto, depois da guerra, tornou-se um pacifista, não escondendo o remorso pelas vítimas do conflito.   

Em 1933, quando tinha 17 anos de idade, Harada se voluntariou à Marinha japonesa e virou piloto. Durante sua carreira, ele foi protagonista do abatimento de dezenas de aviões chineses, britânicos e norte-americanos. Ferido em 1942, quando sua aeronave caiu nas Ilhas Salomão, Harada voltou para o Japão e se tornou treinador de kamikazes em missões suicidas contra norte-americanos. Depois da guerra, trabalhou como agricultor e visitou novamente Pearl Harbor em 1991 para participar das cerimônias de 50 anos da batalha. O ataque a Pearl Harbor foi uma operação aeronaval japonesa contra a base norte-americana na manhã de 7 de dezembro de 1941 e marcou a entrada dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos