Itália resgata 6 mil pessoas no Mediterrâneo em 2 dias

ROMA, 27 MAI (ANSA) - Após terem resgatado cerca de 4 mil pessoas na última quinta-feira (26), a Guarda Costeira e a Marinha Militar da Itália salvaram mais de 2 mil imigrantes no mar Mediterrâneo nesta sexta (27).   

Foram ao todo 17 operações, que também contaram com a ajuda de navios mercantis e embarcações de ONGs. Aproximadamente 1,9 mil indivíduos socorridos estavam em 16 botes e lanchas, enquanto outros 130 lotavam um barco clandestino que naufragou no Canal da Sicília, deixando também pelo menos 10 mortos.   

Pouco antes nesta sexta-feira, o primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, havia dito que era "fora de lugar" falar de uma emergência migratória no Mediterrâneo neste momento, embora tenha reconhecido um aumento das chegadas ao litoral do país nos últimos dias.   

Segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM), mais de 37 mil imigrantes já desembarcaram na costa italiana em 2016, enquanto outros 1.093 morreram tentando completar a travessia. O fluxo tende a aumentar nas próximas semanas com o início do verão europeu. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos