Charlotte tem novos protestos e impõe toque de recolher

WASHINGTON, 23 SET (ANSA) - A cidade de Charlotte, na Carolina do Norte, passou pela terceira noite de protestos contra a violência policial racial, o que levou a Prefeitura e declarar toque de recolher.   

A prefeita Jennifer Roberts determinou que o toque de recolher se inicie à meia-noite e que dure até 6h da manhã. O governador da Carolina do Norte, Pat McCrory, já tinha declarado estado de emergência.   

A cidade está completamente blindada por agentes de segurança, inclusive homens da Guarda Nacional, que tem dado apoio à polícia local para conter a tensão e as manifestações. Ontem, uma pessoa morreu após se ferir em um protesto. As manifestações em Charlotte começaram após a morte do negro Keith Lamont Scott, de 43 anos, pela polícia. Foi o terceiro assassinato por agentes de segurança em uma semana. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos