Italianos trocam supermercados por pequenos agricultores

TURIM, 23 SET (ANSA) - Cada vez mais os italianos estão comprando alimentos diretamente de agricultores, revela a pesquisa apresentada pela fundação Campagna Amica no "Terra Madre Salone del Gusto', em Turim.   

De acordo com o estudo, 43% dos consumidores adquiriram produtos direto do fabricante ao menos uma vez, um aumento recorde de 55% nos últimos cinco anos, que contrasta com a diminuição do consumo de alimentos industrializados devido a crise.   

"É uma escolha em prol da saúde e bem estar, mas também da sustentabilidade ambiental e da vontade de defender e valorizar a economia e a ocupação do próprio território", afirmou Roberto Moncalvo, presidente da Coldiretti, organização de empreendedores agrícolas.   

Cerca de 83% dos italianos consideram comprar os produtos alimentares diretamente nos mercados de agricultores mesmo com o valor superior a 23% em comparação com os supermercados e em 15% em relação ao varejo tradicional.   

"Não é por acaso que 81% dos italianos se pudessem escolher iriam preferir comprar frutas diretamente dos fabricantes. Além disso, 88% gostariam de ter um mercado perto de casa para ter mais chances de escolha e compra", disse Moncalvo.   

"Comprar produtos a 'zero quilômetros' também é um sinal de alerta ao próprio território, o ambiente e a paisagem que nos rodeia, inclusive um apoio a economia e o emprego local", completou Moncalvo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos