Macri diz não ter discutido soberania das Malvinas com May

SÃO PAULO, 23 SET (ANSA) - O presidente da Argentina, Mauricio Macri, admitiu que, quando se encontrou brevemente com a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, no começo desta semana em Nova York o assunto da soberania das Ilhas Malvinas especificamente não foi discutido. O mandatário latino havia dito na última terça-feira, dia 21, aos jornalistas que, após fazer seu discurso na Assembleia Nacional das Nações Unidas, a premier o cumprimentou e os dois falaram rapidamente sobre o arquipélago e sobre como a britânica estaria disposta a discutir sobre a sua soberania, motivo de desentendimentos entre os dois países há décadas.   

No entanto, pouco tempo depois, o governo do Reino Unido desmentiu a afirmação do líder sul-americano e disse que a soberania das Malvinas não estava em discussão, fazendo com que Macri fosse criticado na Argentina pelo seu conhecimento raso das relações diplomáticas de seu país em sua primeira participação na Assembleia da ONU como presidente.   

Para tentar diminuir o mal-entendido, Macri se corrigiu e disse, na quarta-feira (21), que May o cumprimentou "na hora do almoço" e que os dois falaram rapidamente sobre "todos os temas" ligados à ilha, mas que "a palavra soberania" nunca foi mencionada. Além disso, ele também afirmou que não se pode "transformar uma conversa de um minuto em um acordo oficial; é necessário baixar os níveis de ansiedade".   

A soberania das Malvinas é uma questão delicada entre Argentina e Reino Unido desde 1833, quando tropas britânicas invadiram a ilha e passaram a ocupá-la. Mais de um século depois, em 1982, as duas nações entraram em uma guerra pelo território, que passou a ser de domínio inglês.   

No seu discurso da ONU, o presidente fez um "chamado para ao diálogo com o Reino Unido, como mandam tantas resoluções" das Nações Unidas para solucionar uma disputa "de quase dois séculos". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos