Panamá pede extradição de ex-presidente aos EUA

CIDADE DO PANAMÁ, 28 SET (ANSA) - O governo do Panamá pediu formalmente aos Estados Unidos a extradição do ex-presidente Ricardo Martinelli (2009-2014), cujo nome foi ligado a um escândalo de escutas ilegais.   

Martinelli, que acredita-se morar em Miami desde o ano passado, é acusado de ter espionados dezenas de opositores, empresários e dirigentes sindicais durante seu mandato.   

O ex-líder, por sua vez, nega as acusações e diz estar sendo vítima de perseguição política por seu sucessor, o presidente Juan Carlos Varela, e que o pedido de extradição é ilegal.   

Em mensagem nas redes sociais, ele deu a entender que Varela estaria tentando tirar atenção de seus próprios erros. Em dezembro, a Suprema Corte do Panamá ordenou a detenção provisória do ex-presidente. A decisão foi tomada após ele faltar em audiência sobre o caso. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos