Renzi diz que recusar Olimpíadas é 'papelão internacional'

ROMA, 29 SET (ANSA) - O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, afirmou nesta quinta-feira (29) que o "não" definitivo de Roma à candidatura para sediar os Jogos Olímpicos de 2024 é um "papelão internacional".   

Pouco antes, o Conselho Municipal da capital italiana havia aprovado uma moção do Movimento 5 Estrelas (M5S), partido da prefeita Virginia Raggi, para retirar de vez a candidatura.   

"Hoje chegou o 'não' definitivo às Olimpíadas. É legítimo, mas é um papelão a nível internacional porque já era uma decisão tomada", disse.   

Além disso, ele voltou a questionar um dos motivos de Raggi para barrar o projeto olímpico: o temor de que as obras para os Jogos fossem alvo de corrupção. "Um político sério detém os ladrões, não as obras públicas. Milhares de postos de trabalho serão perdidos no altar da resignação", acrescentou. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos