Palmeiras tropicais no Domo de Milão revoltam nacionalistas

MILÃO, 16 FEV (ANSA) - A praça do Domo, no centro da Milão, ganhou nesta quinta-feira (16) diversas palmeiras como parte de um projeto para aumentar as áreas verdes na zona mais turística da capital financeira da Itália.   

A iniciativa é patrocinada pela rede de cafeterias norte-americana Starbucks, que em 2018 abrirá sua primeira loja na cidade. As árvores são apenas a primeira etapa, já que a empresa também plantará bananeiras e flores rosa em uma praça famosa pela presença imponente do Domo de Milão, mas também pela predominância do cinza.   

No entanto, o projeto, que conta com o aval do poder municipal, vem causando controvérsia, principalmente por conta da opção por espécies tropicais para embelezar o centro da cidade. Partidos de centro-direita e ultranacionalistas, como a Liga Norte, criticaram a iniciativa.   

"A Prefeitura deve pedir desculpas por essa infâmia que distorce a natureza da praça", declarou o vereador Alessandro Morelli. Já Viviana Beccalossi, secretária de Urbanismo da Lombardia - cuja capital é Milão -, disse que o projeto é "discutível". A região é governada por Roberto Maroni, expoente da Liga.   

Por sua vez, o paisagista Paolo Pejrone, citado pelo jornal "la Repubblica", afirmou que plantar palmeiras na praça do Domo parece uma "loucura neogótica". "Elas não fazem parte do passado nem do futuro do norte da Itália, são um exotismo. Não sou favorável a essa ideia", acrescentou.   

A Prefeitura rebateu os ataques e disse que existem 131 palmeiras em Milão, sem contar as que ficam em jardins privados.   

"Elas vivem felizes na cidade há mais de 100 anos. Mas, infelizmente, sempre se briga quando falamos de árvores, seja quando são plantadas, seja quando são cortadas", completou o arquiteto Marco Bay, responsável pelo novo projeto paisagístico da praça.   

O prefeito da capital da Lombardia, Giuseppe Sala, tentou colocar panos quentes no debate e afirmou que prefere esperar para ver o resultado final. "De maneira geral, não me desagrada, quero ver quando estiver tudo pronto. Mas existe uma referência histórica ao século 19", declarou.   

No coração de Milão, a praça concentra as mais famosas atrações turísticas da cidade: o Domo, considerado uma das maiores igrejas góticas do mundo, e a galeria Vittorio Emanuele II, que abriga lojas de luxo e restaurantes. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos