Candidato do governo lidera eleições no Equador

QUITO, 20 FEV (ANSA) - A disputa eleitoral no Equador ganhou contornos dramáticos na manhã desta segunda-feira (20). Com 87,2% das urnas já apuradas, o ex-vice-presidente do país Lênin Moreno tem 39,09% dos votos contra 28,28% dos votos do conservador Guillermo Lasso.   

Com o resultado de momento, as eleições estão indo para o segundo turno, mas ainda é incerto cravar qual será o resultado.   

O sistema eleitoral equatoriano exige que, para vencer em primeiro turno, é necessário ter 40% dos votos e 10% a mais do que o segundo colocado.   

Caso seja necessário, o segundo turno seria disputado no dia 2 de abril.   

Mesmo sem o resultado final, Moreno fez declarações como vencedor da disputa e disse que venceu o pleito "de maneira justa" e pediu que os derrotados o ajudem a cumprir os "grandes objetivos nacionais".   

"De nossa parte, ganhar com humildade, é dizer que temos sempre a mão estendida para aquele que estiver disposto a cooperar com os grandes objetivos nacionais: eliminação de pobreza extrema, saúde para todos, habitação para todos", disse após os resultados mostrarem sua liderança.   

Por sua vez, Lasso usou as redes sociais e comemorou que "haverá segundo turno" e disse querer "dar um abraço em todos os equatorianos".   

Ao todo, cerca de 12,8 milhões de equatorianos foram às urnas neste domingo (19) para eleger o sucessor de Rafael Correa, que está no cargo há dois mandatos consecutivos. A disputa eleitoral também é um teste para a esquerda na América Latina, já que as últimas disputas pelo continente mostram uma guinada à direita e ao conservadorismo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos