Faixa de apoio a refugiados é posta na Estátua da Liberdade

Em Nova York

  • Vitória Londero/AP

    Faixa diz "Refugiados são bem-vindos" no pedestal da Estátua da Liberdade, em Nova York

    Faixa diz "Refugiados são bem-vindos" no pedestal da Estátua da Liberdade, em Nova York

Maior ícone dos Estados Unidos e símbolo de acolhimento a imigrantes no passado, a Estátua da Liberdade foi usada para um protesto a favor dos refugiados, barrados pelas políticas do novo presidente Donald Trump.   

Uma faixa de seis metros de comprimento com a mensagem "Refugiados são bem-vindos" (Refugees Welcome) foi colocada ontem (21) no monumento em Nova York. A inscrição ficou lá por cerca de uma hora, até que policiais a retiraram.   

A faixa foi um protesto contra as medidas anunciadas por Trump em seu primeiro mês de governo que proibem a entrada de qualquer refugiado nos EUA e bloqueiam o acesso de cidadãos de sete países de origem islâmica.

Além disso, Trump também leva adiante a ideia de construir um muro na fronteira com o México. A Estátua da Liberdade fica na ilha da Liberdade e foi projetada pelo escultor Frédéric Auguste Bartholdi como um presente da França aos EUA.   

Perto do monumento, está localizada a Ellis Island, que serviu como principal porta de entrada de imigrantes aos EUA entre os séculos 19 e 20 e hoje hospeda um museu. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos