Fillon anuncia que não disputará eleições legislativas

PARIS, 24 ABR (ANSA) - O candidato derrotado à Presidência da França François Fillon anunciou nesta segunda-feira (24) que não conduzirá seu partido, o conservador Os Republicanos, na campanha para as eleições legislativas no país, que serão realizadas em 11 e 18 de junho.   

Fillon ficou em terceiro lugar no primeiro turno da disputa pelo Palácio do Eliseu, com 20,01% dos votos, pouco mais de um ponto a menos que a ultranacionalista Marine Le Pen, da Frente Nacional. Ele chegou a ser considerado favorito em determinado momento, mas foi duramente afetado pelas denúncias de que teria colocado a esposa e os filhos em empregos fantasmas na Assembleia Nacional.   

"Não tenho mais legitimidade para conduzir a batalha das legislativas. Digo até logo e lhes desejo uma boa sorte. Eu volto a ser um militante do partido", declarou o ex-candidato de 63 anos, que assim não concorrerá a um cargo de deputado.   

As eleições legislativas definirão os 577 membros que integram a Assembleia Nacional, em uma votação distrital, majoritária e em dois turnos. Apenas depois de 18 de junho, o futuro presidente da França, o centrista Emmanuel Macron ou Le Pen, saberá se terá maioria no Parlamento. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos