Prefeito de Nova York descarta terrorismo na Times Square

NOVA YORK, 18 MAI (ANSA) - O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, confirmou que o atropelamento na Times Square, que deixou uma pessoa morta e 22 feridas, não foi um ato de terrorismo. Ainda assim, as autoridades reforçaram a segurança em "locais estratégicos".   

O motorista é um cidadão norte-americano de 26 anos, morador do Bronx, um dos distritos da cidade, e já havia sido flagrado dirigindo em estado de embriaguez. Já a vítima, segundo o prefeito, é uma "jovem mulher" cujo nome não foi divulgado.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos